Conheça os tipos de Fundações

Vamos conferir com a PROjr um pouco mais sobre os tipos de fundações ?


Autores: Alexandre Gomes & Cleiton


Provavelmente, você já deve saber ou imaginar, que qualquer tipo de construção precisa estar fixada no solo através de uma fundação.

O que se deve ter em mente é que para cada tipo de construção, será utilizado um tipo de fundação, de modo que suporte os esforços vindos da superestrutura, como por exemplo, vigas, pilares e coberturas.


O que é Fundação Profunda?


Inicialmente, vale a pena ressaltar, que a fundação é a estrutura base para qualquer construção, seja ela em concreto armado, estrutura metálica ou madeira. Dessa forma, a função dela, é receber todos os esforços vindo da estrutura superior e distribuir para o solo.




É fato que quando falamos em fundação profunda, automaticamente nossa mente nos remete a imaginar uma base que fica a muitos metros abaixo do solo, e que receberá uma superestrutura em cima dela.

Portanto, abordando por um lado mais técnico, as fundações profundas transmitem as cargas da edificação ao solo principalmente por atrito lateral, e tem profundidade superior a 3 metros. Assim, a estrutura dessa fundação é chamada de estaca, onde seu comprimento é muito maior em relação a sua base.

São vários os tipos de estacas, cada uma com sua função, custo, e forma de execução. Porém o que irá definir qual será utilizada, é a necessidade do projeto.

Estaca


As fundações estacas são um tipo de fundação indireta. Para conseguir a resistência necessária, é preciso cravar até alcançar um solo mais competente. Por esse motivo, em geral, as estacas têm mais de 3 metros de profundidade.

Elas podem ser feitas de madeira, concreto pré-moldado, aço e outros materiais.


Tubulões


São elementos cilíndricos revestidos com aço ou concreto. Podem ser usados em dois tipos de construção: a céu aberto ou sob ar comprimido.

No primeiro caso, o tubulão é empregado acima do lençol freático e, no segundo caso, é feito abaixo. Em ambos os casos, podem ter base alargada ou não.


O que é Fundação Rasa ?


As fundações rasas têm como característica principal a transmissão de carga para o solo pela base. A profundidade de escavação geralmente é igual ou inferior a 3 metros e é feita, em geral, de forma manual.

Esse tipo de fundação é comumente utilizado em casas com até dois pavimentos e em solos com boa resistência. Por esse motivo, necessitam de menos materiais e acabam tendo um melhor custo-benefício.

No total, podemos encontrar quatro tipos de fundações rasas.



Sapata isolada


É indicada para terrenos resistentes e com solo firme. A base em planta pode apresentar variedade de formas: quadrada, retangular, circular ou poligonal.


Sapata corrida


A sapata corrida é uma fundação direta e superficial, comumente utilizada na construção de muros, paredes de reservatórios e casas com vãos pequenos.

Caracteriza-se por uma estrutura contínua feita de concreto armado abaixo das paredes. Na sapata corrida, o peso é transferido pelas colunas e distribuído para o solo.


Bloco de fundação


A sua função na obra é absorver a carga e distribuí-la sem a necessidade de armadura, já que são dimensionados de forma que as tensões de tração sejam resistidas pelo concreto.


Radier


O Radier é uma fundação de grandes dimensões em planta que recebe pelo menos 70% as cargas de um edifício. Configura-se como uma placa de concreto armado ou protendido localizado abaixo da construção, em contato direto com o solo.



21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn